inbound marketing
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin

Inbound ou Outbound, qual usar? A personalização do atendimento é uma das formas de estreitar o relacionamento com o cliente. Com a estratégia certa é possível aumentar o índice de confiança e fidelidade do consumidor com uma marca ou produto. A tendência é fazer com que ele compre de novo e de novo, e de novo…

Como já dito em artigos anteriores, um dos maiores especialistas em marketing de todos os tempos, Philip Kotler diz que “manter um cliente pode custar até 7 vezes menos do que conquistar um novo”. Ou seja, não pense apenas em captar novos possíveis consumidores, pense em fidelizar aqueles que já são seus clientes.

O segredo para conseguir a tão sonhada fidelização do consumidor está no atendimento. Um cliente bem atendido tende a se manter fiel e, se torna um promotor da sua marca. De acordo com o site Prestus, para que um atendimento seja realmente personalizado, é preciso que ele seja rápido e eficiente.

Então, não deixe seu cliente à espera de atendimento ou sem resposta. Mostrar o que a empresa tem feito para resolver a sua solicitação e sua disponibilidade em atender ao seu pedido, mesmo que isso signifique admitir que ainda não se tem uma resposta e que será necessário consultar outro setor, mostra o empenho da sua equipe de atendimento.

A conversa nesse tipo de atendimento é mais informal. É preciso reforçar que scripts não funcionam para melhorar vendas. Já níveis de satisfação do cliente sim, então estabeleça um fluxo na conversa. Confira abaixo algumas dicas para encantar e melhorar a experiência de consumo do seu cliente.

  1. Chame seu cliente pelo nome;
  2. Trate-o com empatia;
  3. Sane suas dúvidas;
  4. Apresente soluções.
  5. Não o deixe à espera pelo atendimento;
  6. Seja claro e sincero em relação ao problema;
  7. Faça pesquisa de satisfação no momento certo.

Ao pedirmos a opinião dos clientes no momento certo, conseguimos realizar mudanças em processos de setores e até mesmo implantar novas ações e melhorias, como a automatização de processos. Imagina só o trabalhão que iria dar aplicar uma pesquisa de satisfação manual na sua base de clientes.

Com o TagChat, sua empresa pode coletar a opinião dos clientes de forma qualitativa e quantitativa de forma automática. Reunimos abaixo algumas das principais vantagens da implantação uma pesquisa de satisfação automatizada para sua empresa, acompanhe:

  • Identificar oportunidades de melhoria; 
  • Criação de planos de ação assertivos; 
  • Avaliação rápida e mais eficiente; 
  • Otimização de tempo; 
  • Clientes satisfeitos; 
  • Redução de custos. 

Quando propõe uma pesquisa de satisfação, a empresa demonstra preocupação com seus clientes e ganha pontos com ele. Quando ouvido, seu cliente se sente valorizado e amparado. Se engana quem pensa que isso pode sair caro. Entre em contato com nosso time de consultores e crie um plano sobre medida para sua empresa.

Antes de diferenciar inbound de outbound precisamos primeiro conhecer e entender as duas estratégias de marketing digital
Antes de diferenciar primeiro precisamos conhecer as duas estratégias de marketing digital

Inbound e Outbound: qual a diferença?

Antes de diferenciar o inbound do outbound, primeiro precisamos conhecer as duas estratégias de marketing digital. Com objetivos bem distintos, a intenção de um é que o cliente seja impactado com conteúdo de qualidade e relevante para seu negócio e chegue, ao produto a ser vendido. O outro, por sua vez, é mais tradicional e tem foco na prospecção ativa dos clientes.

Metodologia que tem como objetivo conquistar e fidelizar clientes, o Inbound Marketing também é conhecido como marketing de atração. A estratégia visa chamar a atenção do potencial cliente, para que ele venha até sua empresa. Aqui você não precisa ir até esse cliente. 

Mas como fazer isso? No inbound a atração é feita por meio da produção de conteúdo de alta relevância, com foco no perfil de cliente ideal da sua empresa. Ou seja, o conteúdo é o motor que faz o marketing de atração funcionar. Por isso é de extrema importância que ele tenha qualidade e seja direcionado para o público certo.

Prazer, Inbound…

Para que a estratégia de inbound tenha sucesso e traga os resultados esperados para sua empresa é preciso conhecer as necessidades, interesses, dúvidas e desafios enfrentados pelo seu lead. Conhecer a fundo seu público consumidor também é crucial para definir em quais canais sua empresa precisa estar para se comunicar com o cliente.

Mas não podemos falar de inbound sem comentar sobre os quatro conceitos do marketing de atração mais usados para te ajudar a estruturar e otimizar esse processo de criação e implantação da metodologia, são eles o funil de vendas, landing page, e-mail marketing e técnicas de SEO.

De forma bem reduzida, o funil de vendas divide a jornada do lead em estágios. Dessa forma é possível conduzir o público que chega ao site ou redes sociais até a efetivação da compra. Com a produção de conteúdos relevantes, visitantes se transformam em compradores.

É por meio das landing pages que são coletados os dados do lead. Nelas, os clientes conseguem participar de ações promovidas pela produção de conteúdo ou solicitar seus serviços. Elas ainda permitem que sua empresa crie pontos de contato com seus visitantes e os transforme em oportunidades.

Depois de transformado em oportunidade, é preciso estabelecer um canal de relacionamento com o lead. Essa comunicação é feita por meio de e-mail marketing. A estratégia nutre o lead com envio de conteúdos que aumentam a intenção de fechar o negócio com sua empresa.

As técnicas de SEO otimizam seu conteúdo, o que permite que ele se destaque melhor nos mecanismos de busca. O ranqueamento de publicações requer um menor investimento em mídias pagas. Publicações com conteúdo relevante, publicado no momento certo e para o público ideal é um ótimo atrativo para novas vendas.

Depois desse apanhado de conceitos sobre o inbound marketing, vamos elencar seis vantagens da metodologia para te ajudar a implantar a estratégia na sua empresa. Chegou a hora de incluir sua marca no mercado, conquistar novos clientes, se tornar uma autoridades no seu segmentos e mudar a percepção da empresa na mentalidade dos consumidores. Prontos?

No inbound marketing a atração do cliente é feita por meio da produção de conteúdo de alta relevância
No inbound a atração é feita por meio da produção de conteúdo de alta relevância

1. Crie conteúdos que atraiam clientes

A maior parte da experiência online dos clientes se inicia a partir de pesquisas em sites de buscas. Por isso, é fundamental produzir conteúdos relevantes, ranqueáveis e que apareçam nas primeiras posições dos buscadores. Defina a persona da sua empresa para atingir clientes potenciais e atrair leads mais qualificados para o seu funil.

Pensando nisso, se seu cliente é uma empresa, ao criar o conteúdo, você deve observar:

  1. Segmento de atuação;
  2. Número de funcionários;
  3. Localização;
  4. Ticket médio.

E, no caso do seu cliente ser uma pessoa física, seu conteúdo deve ser focado, por exemplo:

  1. Na frequência com que ele recorre aos seus serviços;
  2. Potencial de recomendações do seu trabalho;
  3. O quanto seu projeto é importante para ele;
  4. O quanto ele reconhece seus serviços;
  5. Ticket médio.

2. Mais agilidade para mensurar métricas

O inbound marketing é mais econômico com maior retorno sobre o investimento, devido ao alto índice de metrificação, em relação a campanhas off-line. Com ajuda das ferramentas corretas, é possível obter em tempo real dados como: número de cliques, acessos nos posts, conversões, visitantes do site entre outras.

Todo processo de atração e preparação de clientes é de responsabilidade do marketing. As equipes de vendas, recebem os leads já qualificados para o fechamento. Quer saber como fazer a qualificação do seu lead por meio do TagChat? Clica aqui que nossos especialistas te explicam.

3. Reduz custos e fideliza clientes

A redução de custos e a otimização de sua verba para comunicação são outros atrativos da metodologia. O inbound marketing custa em torno de 60% a menos do que o outbound marketing. Isso possibilita economizar no orçamento da empresa em ações tradicionais e focar o investimento em ações de marketing com efetivo aumento no retorno.

Assim, naturalmente seus consumidores ficam fiéis à sua empresa e se transformam em verdadeiros fãs do seu negócio. Eles ainda ajudam sua marca a conquistar novos consumidores, seja através da indicação ou por meio do compartilhamento de postagens nas redes sociais.

Com a concorrência cada vez mais acirrada, contar com uma base de clientes fiéis, que adorem sua marca e, os valores que ela representa, não é má ideia, não é mesmo? Já dizia Philip Kotler, o maior especialista em marketing, “a melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos.” 

4. Ranqueamento em buscas orgânicas

Ser mais visto, traz mais leads. Para garantir um bom posicionamento dos seus canais digitais em sites de buscas como o Google, sua estratégia de inbound marketing deve contar com ações focadas em Search Engine Optimization, o já comentado SEO. Ele torna seu conteúdo mais relevante para a busca orgânica.

Até pouco tempo atrás, ser uma marca relevante e de destaque na vida dos consumidores exigia altos investimentos. Hoje, com o uso adequado do inbound marketing, pequenos negócios, e até mesmo autônomos, podem atingir altos lucros com baixos investimentos.

5. Estabelece um canal assertivo de comunicação

No geral, a rotina de navegação do público passa por sites, redes sociais e portais de notícia. São nesses canais que acontece a busca por informações, e não por janelas pop-up e notificações que interrompem a vida do consumidor. Hoje é o consumidor quem está no comando e foge destas ações interruptivas.

Uma das chaves do inbound marketing é promover o marketing de permissão, ou seja, ações que se adequam aos hábitos digitais do seu público, sem interrompê-lo no seu dia a dia e travar diálogos relevantes. Pessoas que se relacionam com sua marca de algum modo precisam estar no seu planejamento. Sejam eles fornecedores, funcionários, empresas parceiras, imprensa especializada, sabe por quê?

Todas essas pessoas podem influenciar seu consumidor final. Um funcionário ou fornecedor insatisfeito pode transmitir isso a outras pessoas, e a imagem da sua marca pode ser afetada, diminuindo o número de consumidores. E não é isso que você quer ou espera, certo?

6. Gerar vendas qualificadas e maior retorno de investimento

De acordo com a metodologia de inbound marketing, todo indivíduo que visita seu conteúdo é um cliente em potencial. Tais estratégias geram benefícios de obtenção de informações sobre esses visitantes em troca de conteúdo. Chamamos isso de geração de leads.

Um lead é um visitante que fornece informações para sua empresa em troca de conteúdo. A captura e qualificação desses leads gera um retorno sobre investimento em média 275% maior e vendas mais qualificadas,. Isso porque a conversão de leads em oportunidades é resultado de um processo de nutrição de conteúdo focado e relevante, com potencial de gerar 54% mais oportunidades de venda do que estratégias de marketing tradicional.

Se a internet é uma rede ampla, não faz sentido algum criar estratégias que “atirem” para todos os lados, não é mesmo? Com o inbound marketing isso não acontece. Na verdade, a sua alta taxa de sucesso se deve, sobretudo, pelo alto poder de segmentação que ele possui.

É claro que o inbound marketing também contribui para que você venda mais e aumente se ticket médio. Como trabalha em vários níveis, seus clientes não chegam até sua empresa em busca de valores menores ou promoções, mas sim porque procuram uma marca de destaque no mercado e que seja referência no setor, o que faz você vender mais, mesmo tendo preços superiores aos da concorrência.

O outbound marketing tem como objetivo principal trazer clientes por meio da oferta de produtos e serviços
O outbound tem como objetivo principal trazer clientes por meio da oferta de produtos ou serviços

Mas, e o Outbound…

Conhecido como marketing tradicional, o outbound tem como objetivo principal trazer clientes por meio da oferta de produtos ou serviços. Aqui, ao contrário do Inbound Marketing, a ideia é ir atrás do cliente de forma ativa e não despertar o interesse dele por meio de conteúdos relevantes sobre sua empresa. 

Ainda não ficou claro? O outbound é a estratégia de marketing mais conhecida pelas propagandas e outros meios tradicionais de publicidade, como outdoors e até panfletos. Isso não quer dizer que ela é totalmente off-line. Hoje a prática também está presente nos meios digitais. Quer um exemplo prático disso?

Tenho certeza que em algum momento você já foi interrompido por alguma propaganda ou anúncio enquanto ouvia uma música ou mesmo no cinema, enquanto esperava o início do filme? É assim que a estratégia outbound se apresenta a você. Outros exemplos de outbound são os e-mails marketing personalizados, pop-ups e banners pagos.

Depois de entendermos um pouco melhor o significado de cada uma das estratégias, vamos diferenciar uma da outra para facilitar sua tomada de decisão. Vale lembrar que você pode optar por três opções, usar uma ou outra ou até mesmo as duas ao mesmo tempo.

Como o lead é impactado?

O inbound é mais discreto e menos intrusivo. A ideia é atrair futuros clientes com conteúdos relevantes e esperar que eles venham até você para o segundo passo da abordagem. A estratégia de marketing de conteúdo é importante para nutrir o lead que busca por mais conteúdo. Já no outbound a comunicação é direta, intromissiva e interrompe a experiência do seu cliente.

Investimento e retorno 

O que queremos? Ótimo retorno com investimento baixo. Como vamos conquistar isso? No outbound, o investimento precisa ser maior, mas os resultados costumam ser mais rápidos. Já no inbound, mesmo que a estratégia exija investimentos menores e seja mais fácil de analisar, o tempo de retorno com o investimento é maior. 

Relevância, nós temos… 

Quando falamos de conteúdo, a associação ao inbound é natural e faz todo sentido. Mas no outbound a produção de conteúdo também é importante. Independente da estratégia, tenha em mente a persona e o público alvo da sua empresa bem definidos.

Dessa forma, as equipes do outbound não desperdiçam tempo investindo em leads não qualificados, e os criadores de conteúdo do inbound produzirá conteúdos que terão mais sucesso com os clientes certos. Como dito acima, as duas estratégias podem ser usadas simultaneamente ou juntas. Você define a melhor forma para sua empresa.

Depois desse apanhado sobre inbound e outbound, gostaria de saber se você, que me acompanhou até aqui, gostou do conteúdo? Para isso, deixe um comentário com dicas dos conteúdos que gostaria de ver por aqui. E para ficar sempre antenado, siga as redes sociais do Tag Chat e se inscreva para receber o nosso newsletter. Até o próximo artigo.