Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Neste post, iremos discorrer sobre a última estratégia da Gartner para 2022: a IA Generativa ou Inteligência Artificial Generativa. Trata-se de uma tecnologia treinada para produzir conclusões. Contudo, algumas delas conseguem até mesmo inovar por conta própria.

É o caso da Inteligência artificial generativa — uma forma de IA que aprende a representação digital de conteúdos e objetos a partir de dados de amostra e utiliza esse conhecimento para gerar artefatos novos, originais e realistas. As criações dessa tecnologia são muito semelhantes às informações-base, mas não o repetem. Por isso, a última das tendências tecnológicas trazidas pela Gartner representa uma oportunidade de inovação ágil para empresas.

Especialista em Inteligência Artificial – Novas carreiras ligadas à Inteligência Artificial garantem altos salários

O estudo prevê que até 2025, produtos de Inteligência artificial generativa representarão 10% dos dados gerados — hoje, eles representam apenas 1% das informações.

As prioridades dos líderes de TI em 2022 devem refletir a necessidade de gerar crescimento por meio de conexões digitais diretas com os clientes e encontrar soluções que multipliquem a força dos recursos de tecnologia. É o que afirma David Groombridge, vice-presidente de pesquisa do Gartner.

A inteligência artificial generativa pode ser usada para uma série de atividades, como a criação de códigos de software, o desenvolvimento de medicamentos e o marketing direcionado. Todavia, se usada indevidamente, essa tecnologia pode facilitar golpes, fraudes, desinformação política, identidades forjadas e muito mais.

A Inteligência artificial generativa tem o potencial de criar novas formas de conteúdo criativo, como vídeo, e acelerar os ciclos de P & D (Pesquisa e Desenvolvimento) em áreas que vão da medicina à criação de produtos.

Inteligência artificial generativa aprende de forma espontânea e pode gerar novos dados

shutterstock 668209624 1 - Tag Chat

Cada vez mais, essa aplicação da IA está sendo referida como “generativa”. A Inteligência artificial generativa dirigirá a próxima geração de aplicativos para autoprogramação, desenvolvimento de conteúdo, artes visuais e outras atividades criativas, de design e de engenharia.

A Inteligência Artificial Generativa é uma forma de IA que aprende a partir de dados de amostra. Ela é capaz de gerar artefatos novos e realistas semelhantes aos dados originais, porém, sem copiá-los. Isso permite que a IA generativa seja um motor de inovação para as empresas, acelerando ciclos de P&D que englobam áreas da medicina à criação de produtos.

Com os líderes executivos e os Conselhos de Administração buscando gerar crescimento por meio de conexões digitais diretas com os clientes, as prioridades dos Chief Information Officers (CIOs) devem refletir os mesmos imperativos de negócios, que passam por cada uma das principais tendências estratégicas de tecnologia do Gartner para 2022.

Quem está por trás das 12 estratégias tecnológicas para líderes, ao longo de 2022?

A consultoria Gartner define uma tendência tecnológica estratégica como um potencial disruptivo substancial que está começando a sair de um estado emergente para um amplo impacto e uso, ou tendências que estão crescendo rapidamente com um alto grau de instabilidade, atingindo pontos cruciais nos próximos cinco anos.

A Gartner é uma empresa de pesquisa e consultoria em TI (tecnologia da informação, divulgando insights e estudos relacionados à área da tecnologia para que os líderes do segmento possam tomar decisões mais assertivas. A empresa leva este nome graças ao executivo Gideon Gartner, que fundou a instituição a partir da ideia de que o conhecimento pode facilitar o processo decisório de clientes, durante a década de 1970 no estado de Kentucky (EUA).

Todos os anos, a instituição identifica as tendências tecnológicas mais importantes para os negócios. A pesquisa para 2022 foi lançada em novembro do ano passado.

Os relatórios produzidos pela Gartner servem de base para o planejamento estratégico de milhares de empresas globalmente. Negócios sérios, seja do setor da tecnologia ou não, estão sempre atentos aos resultados e previsões divulgados, devido à credibilidade da instituição.

“Os executivos da área também devem criar bases técnicas cuja capacidade de escalabilidade seja capaz de liberar dinheiro para investimentos digitais”, disse Groombridge, que acrescentou: “Esses imperativos formam os três temas das tendências para 2022: confiança na engenharia, mudanças esculpidas e crescimento acelerado”.

Inovação digital implica conhecimento de todas as novas tecnologias e como usufruir

shutterstock 638342005 - Tag Chat

A transformação digital vai muito além das inovações tecnológicas. É uma mudança cultural, que exige uma reinvenção completa dos métodos e jeitos de se fazer negócios, representando um desafio tão humano quanto tecnológico — o que reforça a importância de uma boa gestão estratégica de pessoas.

Para empresas que já se digitalizaram, o próximo passo é a maturidade digital. Ou seja, é o momento de aumentar o nível de entendimento e integração das tecnologias no dia a dia de uma empresa.

Fazer isso significa ficar atento às principais tendências tecnológicas e transformações constantes, acompanhando pesquisas e reports como os produzidos pela Gartner, e encontrar a melhor forma de implementá-las dentro do negócio.

O relatório do Gartner para o ano de 2022 foi bem agressivo com relação a segurança cibernética, ciência e inteligência de dados, IA, experiência total, (hiper)automações e até mesmo mudanças de comportamento.

Enfim, o desafio agora é entender as estratégias que fazem sentido para o momento da sua TI. Lembrando que o importante mesmo é não ficar para trás, então aproveite as estratégias e faça suas apostas.

Até aqui foram apresentadas todas as estratégias Gartner para 2022

Apresentamos ao longo das últimas semanas todas as estratégias que a Gartner, consultoria de mercado em tecnologia, anunciou denominadas de 12 tendências estratégicas em tecnologia, que devem ser exploradas por líderes do setor em 2022. Foram elas: Tecido de Dados ou Data Fabric, Cibersegurança, Privacidade em Computação, Rede Global na Nuvem, Computação, Compostos e Aplicativos, Inteligência de Decisão, Hiperautomação, IA de Engenharia, Empresa Distribuída, Experiência Total, Sistemas Autônomos e IA Generativa.

Links pesquisados:

www.umov.me

www.aiotbrasil.com.br

www.abii.com.br

www.itforum.com.br